11 de dezembro de 2017

dor

EU CHORO TODOS OS DIAS
AS MESMAS AFLIÇÕES
CHORO NAS NOITES DE VENTO
COMO SE NÃO HOUVESSE UM QUE PUDESSE ME CONSOLAR
CHORO NAS MANHÃS CLARAS
ENQUANTO OUÇO OS PÁSSAROS
CHORO INSENSANTEMENTE
ATÉ ENQUANTO DURMO
POR CONTA DOS SONHOS QUE TENHO
E NÃO ADIANTA HOMEM NENHUM PRA ME CONSOLAR
PORQUE SÓ DE PENSAR NISSO EU CHORO
CHORO LÁGRIMA SEM COR
E DE SABOR NENHUM






EU NÃO AGUENTO MAIS ESSE NEGÓCIO DE SENTIMENTO
DE POESIA, DE ENCONTRAR SIGNIFICADO PRA VIDA
A CADA DIA QUE EU ACHO QUE ESTOU ENCONTRANDO
ESCORRE ENTRE MEUS DEDOS A FELICIDADE




SOLIDÃO
É CADA LÁGRIMA QUE CAI SEM TER QUEM A RECOLHA

30 de outubro de 2017





"fico olhando o mistério
o medo some
o mistério recompõe as coisas
dá-lhe naturalidade e mansidão"

quando tiver aflita com a vida, com medo, sentindo as coisas estranhas, vou ficar olhando o mistério.

22 de outubro de 2017


amar
raiz de amar-gura?
e se trocar
uma consoante?
remédio?
reação no corpo:
amar-cura

Oração


"Tudo o que está relacionado a Jesus existe para ser aceito por nossa imaginação e para ser assimilado em nossos hábitos - no modo como cremos e vivemos. Isso só ocorre quando oramos enquanto lemos a história de Jesus, oramos as coisas que vemos Jesus realizando, oramos as palavras que ouvimos Jesus dizendo, oramos as dúvidas que temos, oramos as instruções, promessas e convites que nos vêm nesta história, oramos as dificuldades que encontramos pelo caminho."

(Eugene Petterson)
Quis te amar, expectativa
Aceitei distâncias
Mostrei meus defeitos
Um por um, despenquei
Sob os pés de quem comigo caminha
Você os viu todo e quis ir
. .
. .
. .
. .
. .
. .
. .
. ,
Agora, eu fico aterrorizada
Com mau estar de coisas
Não sei como lidar
Meu girassol ficou muchinho
Depois que passou a
Arder a chama do ciúme